Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Termelétrica Sergipe vai incrementar a produção de energia

O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) destacou na tarde da terça-feira, 22, a construção do Complexo Termoelétrico Porto de Sergipe I, no município de Barra dos Coqueiros.  Segundo ele, a termoelétrica, está orçada em R$ 5 bilhões. “A usina sergipana é a maior em construção no Brasil, a maior da América Latina e, sem sombra de dúvida, vai revolucionar a maneira como a energia é distribuída no país”, explicou.

A usina transformará o gás natural em energia elétrica, a unidade de Sergipe contará com uma linha de transmissão com 33 Km de extensão, que levará a energia gerada até o sistema integrado nacional, além disso, um conjunto de instalações offshore, que contemplam uma unidade flutuantes de armazenamento e regaseificação do gás natural liquefeito, bem como um gasoduto dedicado para suprimento da usina.

 “Um projeto grandioso, que vai funcionar em ciclo combinado, onde turbinas a gás e a vapor geram eletricidade a partir da queima do mesmo combustível. Em funcionamento, terá capacidade de produzir cerca de 1.516 megawatt e será capaz de gerar energia para os lares de 20 milhões de brasileiros e atender até 15% da demanda energética do Nordeste”, explicou Eduardo ao afirmar que “a usina vai quadruplicar a geração anual de energia de Sergipe e transformar o estado no segundo maior gerador de energia do Nordeste”.

Ganhos econômicos

Segundo o senador, os ganhos econômicos são uma realidade desde o início da implantação da usina, em agosto de 2016. “Sua instalação já beneficia tanto a cidade de Barra dos Coqueiros, quanto o estado de Sergipe, ampliando de forma significativa sua capacidade de investimento em bens e serviços públicos”, disse Eduardo.

A Prefeitura Municipal já arrecadou cerca de R$ 17 milhões, apenas com o recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS). “Ao final do projeto, em 2020, a expectativa de arrecadação é cerca de R$ 60 milhões. A obra já ampliou o mercado de trabalho local. Hoje são gerados 2.250 empregos, entre diretos e indiretos, que fornecem produtos e serviços para a usina, e cujos contratos superam o valor de 70 milhões e empregam mais de quatro mil pessoas”, detalhou o parlamentar.

 

Fonte: FaxAju

Notícias relacionadas