Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em baixa com enfraquecimento da tempestade Gordon

O petróleo fechou em baixa na quarta-feira (5), com os contratos do WTI para outubro em queda de 1,65%, a US$ 68,72 por barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex), e os do Brent para novembro em retração de 1,16%, a US$ 77,27 por barril, na ICE, em Londres.

A tempestade tropical Gordon, que ameaçava se transformar em furacão, perdeu força, tornando-se uma depressão tropical com efeitos bem moderados sobre a produção do Golfo do México.

“O fortalecimento dos preços no início da semana foi algo ilusório: talvez o Gordon jamais tenha sido um fator de risco tão intenso sobre a oferta”, disse Gene McGillian, vice-presidente de pesquisa da Tradition Energy.

Os receios em relação ao Gordon levaram, na terça (4), o Brent (referência global ad commodity) a se reaproximar da marca de US$ 80 por barril, com o WTI rompendo, ainda que brevemente, o limiar de US$ 71, com o receio de que a atividade de produção e refino na região da Lousiana fosse afetada.

“Além de ter se enfraquecido, houve um desvio na trajetória da tormenta, que a afastou das áreas de produção. Isso tirou fôlego de quem estava posicionado para alta dos preços”, diz Stephen Brennock, analista da corretora PVM Oil Associates.

Uma certa tensão no comércio exterior permanece no radar dos investidores, o que restringe o avanço do complexo de commodities, à espera de definição se os Estados Unidos de fato irão impor, amanhã, sobretaxas a US$ 200 bilhões em importações da China, o que acirraria a disputa entre as duas maiores economias do mundo.

Nesta quarta-feira, o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo, disse que as disputas comerciais acabam por afetar, em algum momento, o ritmo de crescimento econômico e, por extensão, a demanda por energia. Mas, ainda assim, Barkindo acrescentou estar “confiante” de que as diferenças entre EUA e China venham a ser solucionadas.

No fim da tarde desta quarta, o Instituto Americano do Petróleo (API, na sigla em inglês), uma entidade setorial, divulgou os dados referentes aos estoques de petróleo e derivados dos EUA na semana passada. Segundo a API, houve queda de 1,2 milhão de barris nos estoques de petróleo bruto.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts

Leave a reply

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.