Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo recua com liquidação em NY e apoio de Trump à Arábia Saudita

Os contratos de petróleo sofreram um novo tombo nesta terça-feira, com o WTI em baixa de mais de 6%, agora já ameaçando a linha de US$ 50 o barril, nos menores níveis em mais de um ano.

Desde as máximas de outubro, o WTI já acumula queda de 30,5%.

Apenas hoje, o barril chegou a acelerar a desvalorização para além de 7%, depois de o presidente americano, Donald Trump, divulgar comunicado no qual demonstrou apoio à Arábia Saudita. Na prática, o apoio de Trump anula o risco de medidas punitivas contra o reino, o que reduz drasticamente qualquer expectativa de diminuição de oferta de petróleo por Riad – que viria na forma de retaliação a eventuais medidas de Washington.

Analistas dizem que o “sell-off” em Wall Street deflagrou nesta terça-feira o novo dia de derrocada nos preços do petróleo, que já se encontra fragilizado pelo cenário macro incerto, com riscos de aumento de oferta e preocupações com demanda, num contexto de economia global em perda de vigor.

Em Nova York, o WTI para janeiro fechou esta terça-feira em baixa de 6,59%, a US$ 53,43 o barril.

Na mínima, o WTI caiu 7,74%, valendo US$ 52,77.

Em Londres, o Brent para janeiro, ainda em negociação, caía 6,30% às 17h34, para US$ 62,58 o barril.

 

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Você deve ser logado postar um comentário.