Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Menor despacho térmico reduz consumo total de gás

Redução em outubro, frente a igual mês do ano passado, é de 7,88%

O consumo de gás natural em outubro deste ano registrou uma queda de 7,88% em comparação com igual mês do ano passado, ao sair de 77,166 milhões de m³/dia para 71,083 milhões de m³/dia, puxado pelo menor consumo de gás pelas termelétricas. Frente a setembro, quando o patamar consumido foi de 79,222 milhões de m³/dia, a retração é ainda maior, de 10,27%.

No acumulado de dez meses, no entanto, há alta de 2,95%, de 64,457 milhões de m³/dia para 66,359 milhões de m³/dia. Os dados foram divulgados pela Abegás nesta quarta-feira (26/12).

Geração elétrica

Entre os segmentos consumidores, com a melhora das chuvas e o consequente desligamento das térmicas mais caras, a maior retração no consumo foi de geração de energia, que caiu 22,94% frente a outubro do ano passado. No décimo mês deste ano, o consumo do segmento foi de 28,275 milhões de m³/dia frente a 36,691 milhões de m³/dia de outubro de 2017. Quando comparado a setembro – quando o consumo chegou a 35,400 milhões de m³/dia, a redução foi de 20,13%, enquanto no acumulado de 2018, houve alta de 2,58%, ao passar de 24,727 milhões de m³/dia para 25,366 milhões de m³/dia.

Indústria

Diferentemente, o segmento industrial registrou alta no consumo de outubro, quando comparado com o mesmo mês do ano passado: 2,35%, ao sair de 27,889 milhões de m³/dia para 28,544 milhões de m³/dia. Comparado com setembro, quando foi de 29,589 milhões de m³/dia, há uma variação negativa de 3,53%. No acumulado do ano, o aumento é de 4,53, ao passar de 27,119 milhões de m³/dia para 28,349 milhões de m³/dia.

Veículos

O automotivo registrou elevação de 15,29% no consumo de outubro, chegando a 6,351 milhões de m³/dia contra 5,508 milhões de m³/dia do mesmo mês do ano passado. Frente a setembro (quando ficou em 6,250 milhões de m³/dia), o aumento registrado é de 1,615. Mas no acumulado de 2018, a variação positiva é de 12,32%, ao passar de 5,306 milhões de m³/dia para 5,959 milhões de m³/dia.

Residências

No consumo residencial, houve alta de 17,76% em outubro, quando comparado com o mesmo mês do ano passado, ao passar de 1,133 milhão de m³/dia para 1,334 milhão de m³/dia. Frente a setembro, quando houve consumo de 1,530 milhão de m³/dia, ocorreu redução de 12,85% e no comparativo ao ano, a elevação é de 8,19%, ao passar de 1,173 milhão de m³/dia par 1,269 milhão de m³/dia.

Comércio

O segmento comercial, em outubro deste ano, registrou uma variação positiva de 12,43% frente ao mesmo mês de 2017, ao passar de 790 mil m³/dia para 888 mil m³/dia. Comparado com setembro (quando o consumo chegou a 892 mil m³/dia), a redução foi de apenas 0,38% e no acumulado do ano, o aumento foi de 8,88%, saindo de 771,43 mil m³/dia para 839,93 mil m³/dia.

Fonte: Brasil Energia

Related Posts

Leave a reply

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.