Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta, com China e sinal de manutenção de cortes na oferta

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta, na segunda-feira (01). A commodity foi sustentada por indicadores positivos da indústria da China, bem como por uma declaração de que pode ser estendido o acordo de produtores para reduzir a oferta.

O petróleo WTI para maio fechou em alta de 2,41%, a US$ 61,59 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Na ICE, o petróleo Brent para junho, contrato mais líquido, subiu 2,12%, a US$ 69,01 o barril, e o contrato do Brent para maio, que venceu hoje, avançou 1,56%, a US$ 66,32 o barril.

A commodity foi sustentada pelas leituras do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria da China. Tanto o dado oficial quanto o elaborado pela IHS Markit mostraram resultado acima de 50, o que aponta para expansão da atividade.

Além disso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, como a Rússia, poderiam ampliar o corte na produção, segundo o ministro iraniano do Petróleo, Bijan Namdar Zanganeh.

Segundo ele, deveria ser “fácil” prolongar o acordo entre essas nações para além do primeiro semestre de 2019.

Fonte: IstoÉ Dinheiro / Estadão Conteúdo

Notícias relacionadas