Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo sobe, após Opep estender acordo para cortes na produção

Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta segunda-feira (1º de julho), impulsionados pelo anúncio, feito mais cedo, de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados vão estender o acordo de corte de produção. O grupo anunciou que estenderá o seu acordo de corte de produção até o primeiro trimestre de 2020.

O contrato do petróleo WTI para agosto fechou em alta de 1,06%, a US$ 59,09 por barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York, enquanto o Brent para setembro avançou 0,49%, a US$ 65,06 na ICE, em Londres.

Os 14 países membros da Opep se reuniram nesta segunda e debateram maneiras para equilibrar o mercado global de petróleo. O grupo se reunirá nesta terça (2) com os dez países aliados, liderados pela Rússia, para formalizar o acordo.

No fim de semana, o presidente russo, Vladimir Putin, já havia adiantado na cúpula dos líderes do G-20, no Japão, que a Rússia e a Arábia Saudita tinham chegado a um acordo, que foi confirmado hoje. O ministro da Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, apoiou os comentários de Putin sobre suas próprias declarações feitas no domingo (30).

Apesar das tensões geopolíticas no Oriente Médio, que ameaçam a oferta global, os preços têm sido contidos pelos temores globais em torno da desaceleração econômica global.

 

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas