Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Chamada pública do biometano entra em nova fase

A Sulgás definiu a lista de supridores selecionados para continuidade do processo do chamamento público, que objetiva o recebimento de propostas de suprimento de biometano. Das cinco propostas recebidas, todas foram selecionadas para a segunda fase do processo, que deverá ser concluída até o fim de outubro, quando a Companhia divulgará os players que passarão para a etapa de negociação.

Lançado em 26 de março deste ano, o edital prevê um volume total de aquisição de aproximadamente 22 mil m³/dia, que poderão ser entregues em Montenegro, Lajeado e em clientes pontuais. A previsão de conclusão de todo o processo é dezembro do corrente ano, e o início do suprimento está previsto para 2021.

Essa inciativa representa um importante marco para a introdução e desenvolvimento do biometano no Rio Grande do Sul, como explica o diretor-presidente da Sulgás, Rafael Pezzella.

“O edital é mais um passo que a Companhia dá em direção à interiorização do gás canalizado no Rio Grande do Sul e ampliação de sua infraestrutura de gasodutos, com benefícios para toda a sociedade. O Estado ganha com a atração de novos investimentos, os produtores rurais resolvem o problema do passivo ambiental e empresários e consumidores em geral terão à disposição um energético eficiente, seguro e mais ecológico. Além disso, a inserção deste novo combustível no mercado pode contribuir para a diminuição das desigualdades regionais, especialmente num Estado em que o setor primário é uma das bases de sua economia”, salienta Pezzella.

O que é o biometano?

O biometano é um combustível alternativo, 100% renovável, produzido a partir da purificação do biogás gerado na transformação de resíduos orgânicos oriundos da atividade agrossilvopastoril, industrial e comercial, ou dos aterros sanitários e estações de tratamento de esgoto. Para ser comercializado com as mesmas aplicações do gás natural, ele precisa atingir as especificações determinadas em normas da ANP.

Além de ser uma fonte alternativa e complementar de suprimento, o biometano representa uma forma de disponibilizar o produto em regiões que, atualmente, não são atendidas pelo gás natural e assim interiorizar o uso de uma fonte de energia mais limpa e segura para a população. A Sulgás irá comercializar o biometano com a marca registrada GNVerde.

Para saber mais sobre a chamada do biometano, acesse http://www.sulgas.rs.gov.br/sulgas/licit-andamento/edital-publico/1228-edital-de-chamamento-publico-n-001-2019-recebimento-de-propostas-de-suprimento-de-biometano

 

Fonte: Sulgás / Comunicação

Notícias relacionadas