Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em forte alta e tem quinta sessão consecutiva de ganhos

Os contratos futuros de petróleo terminaram a terça-feira (5) em alta, na quinta sessão consecutiva de ganhos para a referência americana do West Texas Intermediate (WTI) e na sexta para o Brent, referência global.

Na ICE, em Londres, os contratos futuros do Brent para julho encerraram o dia em alta de 13,86%, aos US$ 30,97 o barril, enquanto na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex), os preços do WTI para entrega em junho avançaram 20,45%, aos US$ 24,56 o barril.

Durante a sequência atual de ganhos, os preços do Brent já somam valorização de cerca de 55%, enquanto os do WTI subiram 99%.

A commodity ganhou impulso nesta terça com os recentes cortes de produção dos principais produtores de petróleo dos Estados Unidos, que ocorrem ao mesmo tempo em que crescem as expectativas por uma retomada da demanda, com a reabertura gradual das economias em alguns Estados americanos e países europeus.

“À medida que mais economias começam a reabrir, o petróleo encontra-se na situação oposta em que esteve há semanas, à medida que as forças que conduziram o colapso dos preços — queda na demanda e excesso na produção — começam a se reverter em uma situação de recuperação da demanda e queda na produção ”, disse Colin Cieszynski, estrategista-chefe de mercado da SIA Wealth Management, em nota diária.

“A devastação da demanda está totalmente precificada e as preocupações com excesso de oferta estão diminuindo lentamente”, disse Edward Moya, analista de mercado sênior da Oanda, em um comentário de mercado. “Os preços do petróleo parecem estar subindo as escadas e isso continuará à medida que as expectativas pela retomada da demanda de combustível aumentarem”, afirmou.

Mais tarde, o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) divulga seus dados de estoques semanais nos Estados Unidos. Na quarta (6), serão divulgados os dados oficiais do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), em que os investidores esperam uma alta de 7,4 milhões de barris nos estoques de petróleo dos EUA e de 200 mil barris nos estoques de gasolina.

Fonte: Valor Online

Related Posts