Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Consumo de gás por térmicas sobe 61% nas últimas três semanas por maior acionamento pelo ONS

O consumo de gás natural disparou nas últimas três semanas de outubro no Brasil, puxado pelo aumento do acionamento de usinas termelétricas fora da ordem de mérito para poupar os reservatórios das hidrelétricas, cujo nível de água vem se reduzindo semanalmente.

De acordo com o MME, o consumo não térmico de gás natural se manteve estável no período, mas o consumo termelétrico do insumo subiu 61% nas últimas três semanas. De 10 a 16 de outubro, o consumo das usinas térmicas atingiu 22,6 milhões de metros cúbicos por dia, subindo para 29,6 milhões de metros cúbicos/dia de 17 a 23 de outubro, e para 36,4 milhões de metros cúbicos/dia 24 a 30 de outubro.

De acordo com o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, ao Broadcast Energia, as térmicas este ano serão mais acionadas do que no ano passado até pelo menos a segunda quinzena de novembro, para preservar os reservatórios das hidrelétricas.

Os reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN) têm caído gradualmente toda semana. No dia 3 de novembro, a queda média da energia armazenada pelas hidrelétricas foi de 0,2%, registrando volume médio de 29,3% nos reservatórios do País.

A pior situação é do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, onde está localizada a usina de Furnas, uma das mais importantes para o sistema, com armazenagem de 23,5%, queda de 0,3% em relação à véspera.

Os reservatórios do subsistema Sul não variaram, estabilizados em nível baixo, de 24,2% em relação ao dia anterior; enquanto o subsistema Nordeste também reduziu o nível dos reservatórios em 0,3%, para 55,6%; e os do Norte caíram 0,1%, para 29,7%.

O MME informou ainda, que houve importação de energia da Argentina e do Uruguai para o Brasil para reforçar a carga do SIN.

Fonte: Broadcast / Ag.Estado

Related Posts