Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Estudo revela produção de biogás através de cascas de tangerina

Um estudo do (CTC/PUC-Rio) revelou a possibilidade de produção de biogás com cascas de tangerina. A descoberta foi feita em uma dissertação defendida por Rafael Vieira de Carvalho no Mestrado Profissional em Engenharia Urbana e Ambiental do centro. A produção do biogás a partir da fruta cítrica, que dependendo da região, é conhecida como mexerica ou ponkan ou ainda como bergamota, foi feita através de um ensaio de mensuração de potencial de geração de metano, em que os resíduos orgânicos da tangerina foram triturados, misturados com lodo e deixados dentro de um equipamento de medição de variação do volume de biogás por 21 dias. “Os resíduos orgânicos, se devidamente tratados, são capazes de gerar não apenas energia limpa, mas também adubo, movimentar a economia, reduzir os impactos dos aterros sanitários e serem grandes aliados na busca de um futuro mais sustentável”, disse Carvalho.

Além disso, a pesquisa trouxe à tona uma revisão no processo de fabricação de sucos de fruta, realizando uma atualização bibliográfica acerca de diversos tipos de frutas que já tiveram seu potencial bioquímico de metano levantado. “É importante que pequenos e grandes produtores de sucos fiquem cientes do ciclo-de-vida das frutas que utilizam, com a possibilidade de posterior reaproveitamento em biodigestores para gerar o biogás. Podemos e devemos repensar nosso consumo além da mera utilização do produto”, reforça. As tangerinas representam o segundo maior grupo de cítricos produzidos no Brasil, apenas atrás da laranja, outro produto bastante presente no nosso dia a dia, frisa o CTC/PUC-Rio,  também com um comprovado potencial de reaproveitamento. A produção nacional de tangerina gira em torno de 1 milhão de toneladas, de acordo com órgãos do setor agrícola. A descoberta surgiu num momento que se estuda alternativas para a redução da geração de resíduos sólidos e de novas fontes de produção de biocombustíveis, em meio a esforços para se reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

 

Fonte: EnergiaHoje

Related Posts