Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

CIGÁS: GNV apresenta vantagem histórica para motoristas amazonenses

Investir na conversão de automóveis para uso de Gás Natural Veicular (GNV) tem representado vantagem para os motoristas amazonenses desde o início da comercialização do combustível no mercado local. A constatação é baseada em análise da série histórica da pesquisa “Levantamento de preços e margens de comercialização de combustíveis” feita pela ANP. Abrangendo mais de 450 cidades de todas as regiões do País, incluindo as capitais, a pesquisa traz um panorama da média histórica de preços de combustíveis comercializados nos postos, em cada localidade. Conforme avaliação das informações constantes na pesquisa da ANP realizada pela equipe técnica da Cigás, o preço do GNV sempre apresentou vantagem competitiva quando comparado aos da gasolina e do etanol. Ressalte-se que a comercialização de gás natural para o segmento veicular iniciou há pouco mais de 10 anos. Estudo mais recente feito com base em levantamento, do início de julho, da ANP revela que a competitividade do GNV permanece inalterada. Os dados indicam que o gás natural veicular está sendo vendido a um valor até 38% mais barato do que a gasolina em Manaus. Em relação ao etanol, a diferença é ainda maior: o GNV pode ser adquirido até 47% mais barato nos postos de combustíveis da capital amazonense, representando ainda mais economia para os seus usuários.

Com os sucessivos aumentos de preço da gasolina, etanol e diesel, o gás natural veicular vem se tornando uma importante alternativa econômica, principalmente, para taxistas, motoristas de aplicativo e inclusive, para outros profissionais que precisam se deslocar bastante diariamente, como é o caso de representantes comerciais. Além do preço mais acessível, o GNV apresenta outro ganho: proporciona maior autonomia, o que significa que os carros conseguem se deslocar mais, consumindo menos. O gás natural veicular também prolonga a vida útil do veículo porque não queima o óleo e nem produz impurezas no motor. E por se tratar do combustível fóssil menos poluente, o aumento de seu uso contribui para a melhoria da qualidade do ar, com impacto positivo sobre o meio ambiente. Essas vantagens justificam o investimento no chamado kit GNV usado na conversão de veículos para utilização deste combustível como opção adicional aos motoristas. O kit é formado por um conjunto de componentes e um tanque ou cilindro, cuja capacidade pode variar de 6 a 30 metros cúbicos.  O valor do investimento é em média de R$ 4 mil.

Fonte: Cigás / Comunicação

Related Posts