Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Algás marca presença em Onshore Week 2023 em Maceió

Nos dias 11, 12 e 13 de abril, Maceió foi palco do Onshore  Week 2023, o evento foi promovido pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) e a edição reuniu no Jatiúca Hotel & Resort investidores de Gás Natural e Petróleo para discutir a integração energética, lei do gás, inovação, estocagem subterrânea e investimentos em infraestrutura no setor.

O evento contou com o patrocínio master da Origem e o patrocínio da Algás. Participaram do evento juntamente com o Diretor Presidente José Ediberto de Omena, os colaboradores da Algás André Cabral (GMKC), Roney Presbítero (GPGE), Ademir Oliveira (GSMS), Fabio Sousa (GCOM), Daniel Pacifico (GCOM), Arthur Mergulhão (ADAF) e Ronaldo Oliveira (GJUR) Dalton Barbosa (COM).

Para o Diretor Presidente da Algás, José Ediberto de Omena, o estado quer atrair indústrias instaladas em outras regiões do país. Afirma ainda que a Algás conseguiu aproveitar as oportunidades da abertura do mercado de gás no Brasil para diversificar a sua base de supridores.

O governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), também esteve presente no evento durante a abertura, na terça (11) e afirmou que a Lei do Gás estadual, encaminhada este ano pelo Executivo à Assembleia Legislativa, tem como objetivo central promover o livre mercado.

“O objetivo central é tornar o setor mais competitivo, termos livre mercado, livre comércio e permitir que quem tiver interesse em comprar o gás natural, compre de quem queira comprar”, afirmou Paulo Dantas.

Paulo Dantas citou, ainda, a expectativa em torno do desenvolvimento do projeto de estocagem de gás natural no estado. Afirmando que a solução está no radar da Origem Energia, que comprou ativos da Petrobras em Alagoas.

Com presença marcante no último dia do evento, o Ministro dos Transportes Renan Filho abordou questões relacionadas à infraestrutura como motor de desenvolvimento nacional, defendendo a estrutura e a ampliação na produção de gás natural juntamente com o Secretário de Óleo e Gás Pietro Mendes –produzir gás, gerar energia barata pra outros negócios, indústrias e a industrialização de Alagoas é um caminho que nós precisamos percorrer para garantir milhares de empregos, mais renda e o próprio desenvolvimento, afirma Renan Filho.

Institucionalmente, as produtoras independentes têm se posicionado como fornecedores de um gás competitivo que pode mudar a capacidade do Nordeste de atrair investimentos no setor industrial.

Fonte: Algás / Comunicação

Related Posts