Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Consumo de energia teve alta de 6,6% em janeiro

O consumo de energia no Brasil aumentou 6,6% em janeiro deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo 71.200 MWmed, segundo dados preliminares do Boletim InfoMercado Quinzenal da CCEE. Desse total, 45.458 MWmed foram destinados ao mercado regulado, que inclui residências e pequenas empresas, com um aumento de 7,5%. Enquanto isso, as indústrias e grandes empresas no mercado livre consumiram os 25.742 MWmed restantes, registrando um crescimento de 5,0%. A alta foi observada na maioria dos estados devido às temperaturas mais elevadas, o que ocasionou uma maior necessidade de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado. Além disso, o desempenho econômico favorável em áreas como hotéis, shoppings e supermercados também impulsionou a demanda por eletricidade. Os estados do Amazonas, Maranhão e Mato Grosso lideraram os maiores aumentos de consumo, com taxas de crescimento de 25%, 21% e 16,9%, respectivamente. Em contrapartida, o Rio Grande do Sul registrou uma redução de 7,1%, atribuída a temperaturas mais amenas e maior precipitação.

Na análise do consumo por setor econômico no mercado livre, Madeira, Papel e Celulose (10,8%), Bebidas (10,2%), Serviços (9,8%) e Comércio (9,4%) foram os que mais cresceram durante o mês. Por outro lado, Telecomunicações, Indústria Têxtil e Fabricação de Veículos experimentaram declínios de 1,9%, 2,7% e 3,9%, respectivamente. No fornecimento de energia, as hidrelétricas registraram um acréscimo de 1,6% em janeiro, contribuindo com mais de 55 mil MWmed ao SIN. Enquanto isso, as fazendas solares forneceram quase 3 mil MWmed, representando um aumento de 52,4% em relação ao ano anterior.

Fonte: EnergiaHoje

Related Posts