Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

O Combustível

Composição do Gás Natural

O mais limpo dos combustíveis fósseis, o gás natural possui características que favorecem uma maior durabilidade aos equipamentos que o utilizam e reduzem os impactos ambientais. Versátil, pode ser utilizado em aplicações domésticas, industriais e automotivas, substituindo a gasolina, o etanol, o óleo diesel e como fonte de geração de energia elétrica.

É uma energia de origem fóssil, mistura de hidrocarbonetos leves entre os quais se destaca o metano (CH4), que se localiza no subsolo da terra e é procedente da decomposição da matéria orgânica espalhada entre os extratos rochosos. Tal e como é extraído das jazidas, o gás natural é um produto incolor e inodoro, não é tóxico e é mais leve que o ar. O gás natural não tem cheiro, é odorizado para que seja percebido em caso de vazamentos. Além disso, o gás natural é uma energia carente de enxofre e a sua combustão é completa, liberando como produtos da mesma o dióxido de carbono (CO2) e vapor de água, sendo os dois componentes não tóxicos, o que faz do gás natural uma energia ecológica e não poluente.

O combustível

• Poder calorífico superior a 9400kcal/m³;
• Limite de inflamabilidade: 5-15% em volume;
• Temperatura de ignição espontânea: 540ºC;
• Velocidade de chama: 35 a 50 cm/s;
• Temperatura de chama: 1.945ºC com ar e 2.810ºC com oxigênio;
• Ponto de ebulição: -162°C;
• Ponto de Fulgor: – 189°C;
• Densidade absoluta: 0,766 kg/m3 (@ 20°C; 1 atm).

Composição

• Metano: 89%
• Etano: 6%
• Propano: 1,8%
• C4+: 1,0%
• CO2: 1,5%
• N2: 0,7%

Características

• Segurança
• Baixa densidade, menor que a do ar, dispersando-se rapidamente em caso de vazamento
• Não tóxico
• Inflamabilidade reduzida

Vantagens do Gás Natural

Revolução em economia, segurança e conforto!

O Gás Natural, comparado às tradicionais fontes energéticas, possui características que lhe conferem vantagens tanto no aspecto ambiental quanto em relação à segurança, praticidade e fornecimento.

  • queima é limpa, gerando grande quantidade de energia e não deixando resíduos na câmara de combustão;
  • Seguro. Por ser mais leve que o ar, se dissipa rapidamente e diminui a ocorrência de explosões;
  • É menos poluente que as fontes energéticas tradicionais, como óleo combustível, diesel e carvão;
  • A ingestão ou inalação acidental de gás natural não provoca danos à saúde das pessoas, pois ele não é tóxico e, à medida que as pessoas respirarem ar fresco, ele é eliminado não deixando qualquer resíduo no organismo;
  • Fornecimento contínuo. O projeto de engenharia da rede de distribuição, associado às reservas de gás natural com capacidade estimada para muitos anos, garantem ao consumidor o fornecimento contínuo de gás a qualquer hora, não sendo necessária a manutenção de estoques no local de consumo;
  • Praticidade. Não necessita transporte, troca ou armazenagem;
  • Reduz a corrosão e aumenta a vida útil dos aparelhos eletrodomésticos;
  • Variedade de aplicações;
  • Preservação do meio ambiente. O gás natural reduz sensivelmente a emissão de poluentes, pois os produtos resultantes da combustão são inodoros, isentos de óxido de enxofre e partículas de fuligem. Por produzir uma queima mais leve e uniforme, o gás natural tem um impacto mínimo sobre o meio-ambiente;
  • Economia de espaço. Para condomínios e residências, não há a necessidade de armazenamento de botijões – o gás passa através de tubulações conectadas diretamente com a canalização da rede de distribuição. Para empresas, o benefício é ainda maior, pois não havendo a necessidade de armazenamento em botijões ou tanques estacionários, elas poderão utilizar os espaços para a sua própria produção ou estocagem de seus produtos;
  • Aproveitamento total. Não há nenhuma perda residual do combustível pago, como acontece com os botijões de GLP, portanto paga-se o que se consome.