Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha o dia sem direção única, com tensões no Oriente Médio

Os preços do petróleo fecharam o dia sem direção única na sessão desta segunda-feira (24), com as tensões entre Estados Unidos e Irã renovadas no Oriente Médio, após o presidente Donald Trump ter assinado sanções contra o país do Golfo Pérsico. No entanto, a alta da commodity em junho, superior a 8% para a referência americana e 5% para a referência global, limitou ganhos maiores para os contratos futuros do petróleo.

O Brent para agosto encerrou o dia em baixa de 0,52%, para US$ 64,86 o barril na ICE, em Londres. Já os preços do WTI para o mesmo mês terminaram a sessão em alta de 0,81%, a US$ 57,90 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

 Antes da recente subida nos preços do petróleo, impulsionada pelo acirramento das tensões no Oriente Médio, os contratos vinham sendo pressionados pelas disputas comerciais entre Estados Unidos e China e por níveis elevados de estoques nos Estados Unidos.

Segundo Michael Tran, diretor-executivo de estratégia de energia global na RBC Capital Market, os futuros do WTI foram tão penalizados nos últimos meses que o potencial de subida das exportações de petróleo dos Estados Unidos para níveis recorde pode impulsionar os preços da referência americana.

“O WTI foi negociado com desconto durante grande parte do ano devido a dados elevados de estoques de petróleo fora de época.

Agora, as exportações tendem a reduzir as reservas e estreitar a diferença entre o WTI e o Brent”, afirmou Tran.

 

Fonte: Valor Online / Dow Jones Newswires

 

Related Posts