Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Consumo de gás cresce 35% em novembro, puxado por termelétricas, diz Abegás

O consumo de gás natural cresceu 35,72% no Brasil em novembro de 2019, ante igual período de 2018. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o volume distribuído pelas concessionárias totalizou 74,8 milhões de metros cúbicos diários (m3/dia) no mês retrasado.

No acumulado de 2019, porém, o mercado registrou uma queda de 1%. O consumo médio, entre janeiro e novembro, foi de 64,6 milhões de m3/dia.

A alta apurada em novembro foi puxada, sobretudo, pelas termelétricas, que consumiram 21,708 milhões de m3/dia. O volume representa um crescimento de 156,7% frente a novembro de 2018 – período em que as térmicas a gás foram, em sua maior parte, desligadas pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

O setor elétrico é o segundo mais representativo para o mercado de gás natural, no Brasil, atrás do industrial. Em novembro, o consumo das indústrias caiu 5,2%, para 27,8 milhões de m3/dia.

No segmento automotivo, as vendas nos postos de gás natural veicular (GNV) recuaram 1,7% em novembro, para 6,282 milhões de m3/dia.

Os segmentos de cogeração (-20,5%) e residencial (-2,16%) também registaram quedas em novembro. O destaque positivo, para além do setor elétrico, ficou por conta dos segmentos comercial (+8,2%) e matéria-prima (+13,6%).

No acumulado do ano de 2019, a maior parte dos setores chegou a novembro em retração, com destaque para os segmentos industrial (-0,8%), residencial (-0,15%), termelétrico (-2,4%), cogeração (-8%) e matéria-prima (-3,4%).

O consumo de GNV (+3,7%) e do segmento comercial (+8,3%), por sua vez, ficaram entre os destaques de alta.

Fonte: Valor Econômico

Related Posts