Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Rússia inicia envio de gás para Europa e preços fecham em forte queda

Os preços do gás natural registraram forte queda nesta terça-feira (09) na Europa, depois que um tuíte da estatal russa de energia Gazprom, na manhã de ontem, informou que a companhia “aprovou e iniciou a implementação de um plano para o envio de gás para cinco reservatórios subterrâneos de estocagem na Europa em novembro. A postagem também diz que “os volumes e as rotas de transporte do gás foram definidas”, sem esclarecer quais são. O efeito imediato do tuíte foi reduzir o receio de escassez de gás para aquecer residências e operar fábricas no inverno europeu, derrubando as cotações no bloco europeu e também nos Estados Unidos. Os operadores americanos entendem que, com o gás russo fluindo para a Europa, ficam menores as chances dos EUA terem que exportar seus estoques para o Hemisfério Norte. Na Holanda, os futuros de gás TTF – referência para o mercado europeu – fecharam em queda de 5,6% a 74.65 euros por megawatt-hora. Em Londres, na Ice Futures, o contrato para dezembro caiu 7,74% para 1,8710 libra por 100 mil unidades térmicas britânicas. Na Bolsa de Mercadorias de Nova York, o mesmo contrato caiu 8,26% a US$ 4,98 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Segundo o “Financial Times”, a Gazprom está cumprindo contratos em enviar gás para a Europa que, de acordo com o presidente russo, Vladimir Putin, atingiria níveis recordes este ano, mas a estatal russa não revelou quais volumes adicionais seriam disponibilizados no mercado spot, apesar dos preços elevados e dos baixos níveis de estoques no continente. Relatório do Goldman Sachs, divulgado esta semana, afirma que os investidores não deveriam esperar um fluxo torrencial de gás natural vindo da Rússia. Para o banco, a expectativa é de que o país aumente o fluxo de gás para o norte europeu, mas não o suficiente para normalizar o fluxo no curto prazo. Os preços do gás subiram 285% apenas em 2021 e mais de 350% em 12 meses.

 

 

Fonte: Valor Online

Related Posts