Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Resultado de dezembro da SCGÁS bate recorde da companhia

Último mês de 2017 apresentou números significativos para o mercado de gás natural

A Companhia de Gás de Santa Catarina distribuiu uma média diária de 1,75 milhão de m³ de gás natural no último mês do ano passado. Esse volume de consumo é o maior registrado em um mês de dezembro desde o início da operação da companhia, em 2000. Historicamente um mês de redução do consumo de gás natural, por conta da diminuição da produção nas indústrias que dão férias coletivas, o melhor resultado anteriormente havia sido em dezembro de 2010, com média de 1,72 milhão de m³/dia.

Além do recorde no consumo total, também foram confirmadas as expectativas de aumento no consumo do GNV no estado, sendo a primeira vez desde 2013 em que esse mercado encerra o ano com uma média mensal acima dos 300 mil m³/dia. Essa venda de 308 mil m³ por dia também é o melhor resultado nos últimos quatro anos.

O resultado do consumo residencial também confirma a tendência de crescimento ano a ano que esse mercado apresenta desde sua criação, com uma média anual de 3,9 mil m³ por dia, um crescimento de 67% em relação aos 2,3 mil m³/dia de 2016. Um dos fatores à impactar esse crescimento no mercado residencial é a constante ligação de novos clientes à rede de gasodutos, que também atingiu número recorde durante o ano de 2017.

O volume total de gás natural consumido em Santa Catarina durante o mês foi de 54,1 milhões de m³, o que representou um total de R$ 53,9 milhões, encerrando dezembro com prejuízo mensal de R$ 4,7 milhões. Somado ao resultado dos outros meses do ano, a distribuidora catarinense encerrou o ano com um prejuízo de R$ 46 milhões, um pouco abaixo dos R$ 50 milhões previstos no orçamento. Os números chamam a atenção pelo fato de que apesar de ter distribuído mais gás natural do que nos anos anteriores, a concessionária encerrou o ano com o maior prejuízo já registrado. Esse desempenho está ligado aos valores negativos de IRPGT (Índice de Reajuste do Preço do Gás e do Transporte) aplicado ao cálculo da conta gráfica.

Durante o mês também foram ligados sete novos clientes, estabelecendo um novo recorde para o mercado catarinense de gás natural, com 73 novos clientes no ano. Um deles é a unidade dois da Altenburg Têxtil, em Blumenau, enquanto os outros seis ficam no sul do estado; a Oregon Química do Brasil e a Fundição Ferro Sul Indústria e Comércio, em Içara; o Residencial Sirena e o Auto Posto Disney, em Tubarão; o Posto Rizzotto, em Araranguá; e o Metropolitan Business Center, em Criciúma.

 

Fonte: SCGÁS – Comunicação

Related Posts