Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Abegás defende cogeração a gás para compensar aumento de demanda

Para a associação, esse sinal pode ser percebido pelo novo valor anual de referência específico fixado em R$ 451 por MWh para a cogeração a gás

A cogeração a gás natural pode ser uma alternativa para compensar o aumento da demanda das distribuidoras de energia elétrica. Esse é um sinal que pode ser percebido no novo valor anual de referência específico (VRE), estabelecido em R$ 451 por MWh pelo MME neste semana para a cogeração a gás. A avaliação está em nota da Abegás.

De acordo com a entidade, o VRES sai de R$ 329/MWh para o novo valor, 37% maior, demonstrando a relevância do insumo para a retomada da atividade econômica e industrial do país. “A publicação desse novo VRE, portanto, é um sinal positivo que qualifica a relevância estratégica do gás natural para o país”, informa trecho da nota.

Por outro lado, a entidade que agrega as distribuidoras do gás natural entende que é necessário criar outras vias para que a cogeração a gás natural seja reconhecida como alternativa para compensar a variabilidade da geração das energias renováveis, como eólica e solar, ao mesmo tempo que reduz o despacho de térmicas mais caras.

A entidade defende a criação de um modelo que introduza a valoração do despacho do excedente da cogeração como forma alternativa de energia termelétrica, “especialmente em um cenário de mudança na matriz brasileira, com aumento da oferta de gás natural a curto e médio prazo”, conclui o documento.

 

Fonte: Brasil Energia Online

Notícias relacionadas