Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Tendência de preços do GNL em 2019

Relatório da Wood Mackenzie prevê preço no mercado spot em US$ 8,50 por milhão de BTU

O preço do gás natural liquefeito (GNL) no mercado internacional deve cair nos próximos meses. Relatório da consultoria Wood Mackenzie aponta que o preço do GNL no mercado spot asiático pode alcançar uma média de US$ 8,50 por milhão de BTU, contra US$ 10,30 por milhão de BTU praticados no ano passado. Os preços podem cair ainda mais se o fim do inverno europeu for menos rigoroso do que o esperado.

Isso deve acontecer graças ao aumento das compras do produto na Europa, compensando, assim, a queda no ritmo da demanda pelos países asiáticos, em especial da China, aliado a um cenário de entrada recorde de nova capacidade de regaseificação. A expectativa é que a entrada em operação dos novos projetos de liquefação em 2019 adicionem mais 60 milhões de toneladas por ano (mmtpa) de GNL ao mercado internacional. em 2018, diz o estudo, foram adicionados 21 mmtpa e, em 2005, 45 mmtpa.

Embora ainda seja responsável pelo maior volume de compra de GNL no mundo, a China deve diminuir sua demanda ao longo deste ano, fruto da desaceleração da economia chinesa a partir deste ano. A tendência é que a demanda chinesa deverá crescer em torno de 20% ao ano, metade do registrado até o ano passado – entre 40% a 45% ao ano.

Um estudo da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), por sua vez, indica um aumento da demanda por GNL a uma taxa de 4% ao ano, até 2027. O volume estimado é maior do que o previsto para o gás natural, que deverá ter elevação de 2% ao ano no mesmo horizonte. Apesar da previsão otimista em termos de demanda, a oferta, entretanto, não está garantida, podendo haver uma lacuna para o atendimento da demanda já a partir de 2022, ocasionada pela necessidade da entrada de novos projetos.

Ao contrário do relatório da Wood Mackenzie, o órgão planejador brasileiro estimou uma elevação da demanda chinesa em torno de 40% ao ano.

 

Fonte: Brasil Energia

Related Posts

Leave a reply

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.