Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta após dado positivo de estoques nos EUA

Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta na quarta-feira (15), impulsionados pelos dados de estoques de petróleo, que indicaram uma forte queda nas reservas americanas da commodity.

O contrato do petróleo Brent para setembro fechou em alta de 2,07%, a US$ 43,79 por barril na ICE, em Londres, enquanto o do WTI para agosto avançou 2,25%, a US$ 41,20 por barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York.

Os estoques americanos de petróleo caíram em 7,493 milhões de barris na semana passada, para 531,688 milhões de unidades, de acordo com dados divulgados mais cedo pelo Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês). A queda superou a expectativa dos analistas consultados pelo “Wall Street Journal”, de queda de 1,3 milhão de barris no período.

O relatório do DoE também indicou que a produção de petróleo se manteve estável em um nível relativamente baixo, de 11 milhões de barris, enquanto a demanda por gasolina se manteve firme, em torno dos 8,6 milhões de barris.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, conhecidos coletivamente como Opep+, por sua vez, chegaram a um acordo para reduzir os cortes de produção de 9,7 milhões de barris por dia, para 7,7 milhões de barris por dia a partir de agosto.

Os países que não atingiram seus limites de cota em maio e junho deverão reduzir ainda mais a produção a partir do mês que vem para compensar sua superprodução.

O ministro da Energia saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, disse que os cortes reais, incluindo essas compensações, serão de 8,1 a 8,2 milhões de barris por dia.

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas