Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Produção de biodiesel atinge recorde histórico em setembro

A produção de biodiesel no mercado interno já superou à do período pré-pandemia e atingiu seu maior patamar histórico em setembro. Foram 3,93 milhões de barris equivalentes de petróleo (boe), segundo dados da ANP. Neste mês de outubro, o órgão regulador reduziu a alíquota de mistura do biodiesel ao óleo diesel, de origem fóssil, de 12% para 11%. A medida foi adotada porque a oferta do produto caiu em meses anteriores.

A ANP afirmou na época da redução da proporção de mistura do biodiesel no diesel que a medida foi necessária “para dar continuidade ao abastecimento nacional, uma vez que a oferta de biodiesel para o período citado poderia não ser suficiente para atender à mistura de 12% ao diesel B, que vem sendo bastante consumido, apesar da atual situação de pandemia”.

A oferta interna de biodiesel estava caindo desde outubro de 2019, quando foram ofertados no mercado 3,7 milhões de boe. Em abril deste ano, a produção já havia caído para 2,77 milhões de boe, 1 milhão de boe a menos. Após uma recuperação lenta no meses de maio e junho, a produção subiu nos meses seguintes, até atingir o recorde histórico no mês passado.

O maior estado produtor foi Mato Grosso, que, em setembro, atingiu seu segundo maior patamar histórico, de 1,46 milhão de boe. A maior produção do estado havia sido em março deste ano, com 1,5 milhão de bep.

 

Fonte: Broadcast / Ag.Estado

Related Posts