Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

SEINFRA inclui valores de serviços da área de gás natural em Tabela de Custos

A Tabela de Custos da Secretaria da Infraestrutura do Ceará – Seinfra passa a disponibilizar agora os valores dos serviços para construção e montagem de gasodutos, a partir das suas últimas versões, publicadas nesta terça-feira (30): versão 027 (sem desoneração) e 027.1 (com desoneração), referência março de 2021. As inclusões são fruto de trabalho realizado em conjunto com a CEGÁS.

O Secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, destaca o ganho de conteúdo com o acréscimo dos novos itens. “A Tabela de Custos da Seinfra é a primeira do Brasil a incluir os custos de serviços e insumos na área de gás natural. Isso só reforça o pioneirismo do Ceará em unificar os procedimentos orçamentários no Estado, garantindo confiabilidade e transparência na contratação e execução de obras e serviços”, explica.

A Tabela de Custos é uma ferramenta utilizada para a elaboração dos orçamentos de todos os órgãos estaduais da administração direta e indireta e se tornou referência no país, por dispor dos custos para os serviços de engenharia nas áreas da construção civil, saneamento, rodovias, ferrovias e portos.

Desenvolvida pela Seinfra em 2001, a Tabela de Custos surgiu com o objetivo de padronizar e agilizar a elaboração de orçamentos de obras e serviços de engenharia, uniformizando, criteriosamente, os seus preços máximos. Premiada pelo Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos – IBEC e pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará – CREA/CE, é utilizada também por órgãos públicos de outras esferas e ainda serve de base para os órgãos de controle. Atualmente, a tabela conta com mais de 4 mil itens de serviços e quase 8 mil de insumos.

O material é atualizado, periodicamente, através da pesquisa de preços unitários dos diversos insumos, tais como mão de obra, materiais e serviços, inclusive aluguel de equipamentos. As informações são colhidas através das convenções coletivas das diversas categorias profissionais, do salário mínimo e da pesquisa de preço de insumos no mercado.

O presidente da CEGÁS, Hugo Figueirêdo, fez questão de parabenizar o esforço das equipes da Companhia e da Seinfra no processo de construção da Tabela e destacou o seu pioneirismo e aspecto inovador. “Essa Tabela já é uma referência nacional, tenho recebido pedidos de informações de companhias de gás de outros Estados sobre os mecanismos de seu funcionamento”, disse.

Fonte: CEGÁS / Comunicação