Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Bolsonaro persiste na sugestão de venda direta de botijão de gás na distribuidora

Diante da escalada de preços do gás de cozinha, o presidente Jair Bolsonaro voltou a sugerir nesta segunda-feira (23) a possibilidade de venda direta do botijão nas distribuidoras. A proposta foi levantada pelo presidente na semana passada e alvo de críticas pelo potencial de incentivar o comércio ilegal. Bolsonaro também provocou governadores a zerarem a cobrança de ICMS do gás. “Eu gostaria de um governador pelo menos que fizesse o mesmo que eu fiz, zerar o ICMS, que pesa bastante no preço do gás”, disse o presidente, em entrevista à Rádio Regional, do Vale do Ribeira (SP). “Se um governador qualquer zerar o ICMS, a proposta que quero fazer junto é permitir a venda direta do botijão, exatamente aquilo que apresentamos em Medida Provisória para o etanol”. Segundo Bolsonaro, a venda direta de gás, sem cobrança de ICMS, poderia diminuir pela metade o preço do botijão, pois haveria economia também no custo de frete e da margem de lucro dos revendedores.

“Você mora num condomínio aí que tenha cem casas e tenha botijão de gás, todo o mês você pode reunir o síndico e o pessoal e pagar um caminhão para buscar aí cem botijões de gás, o frete vai ser barato, vai ser uma vaquinha. Então não vai ter margem de lucro do distribuidor, você pode tranquilamente ter botijão de gás a R$ 55, R$ 60, metade do preço. Então, a gente pode baixar metade do valor do gás. Tem maneira? Tem. Agora, dificilmente você vai achar um governador que tope zerar o imposto do gás de cozinha”, argumentou. “Não é vale-gás, que o pessoal quer que eu faça aqui. Se tiver que fazer, eu até faço, mas antes do vale-gás sairia muito, mas muito mais barato zerar o ICMS e permitirmos a venda direta ao consumidor”, completou o presidente. Em entrevistas recentes, o presidente também anunciou que planeja entregar um vale-gás para que as famílias que recebem o Bolsa-Família possam comprar um botijão a cada dois meses.

Fonte: Valor Online

Related Posts