Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Preço de gás natural dispara mais de 17% na Europa com temor de que Rússia não cumpra promessa de elevar remessas

Os preços do gás natural dispararam nesta quarta-feira (03) na Europa diante de novos temores de que não haverá estoques o suficiente do combustível para serem utilizados durante o inverno. O contrato futuro do gás TTF – negociado na Holanda e referência para o preço do produto no continente europeu – subiu 17,46% no dia e fechou a 79,41 euros por megawatt-hora.

A forte alta foi impulsionada por informações de que, embora o presidente da Rússia, Vladimir Putin, tenha afirmado que ordenou que a Gazprom — estatal russa de energia — elevasse o envio de gás natural para a Europa a partir de novembro, a companhia não fez reservas de gasodutos para envio de volumes extras durante o inverno do Hemisfério Norte. A falta de ação por parte da estatal acendeu o alerta do mercado, já que o fluxo extra de gás deveria ocorrer a partir de 8 de novembro.

Na Ice Futures, dezembro fechou com alta de 15,71% a 1,9672 libra por 100 mil unidades térmicas britânicas. Janeiro avançou 15,5% a 1,9890 libra. No pós-mercado, os contratos continuam sua trajetória de alta e sobem mais de 3%. Nos Estados Unidos, o contrato de dezembro do gás negociado na Nymex sobe 2,31%% a US$ 5,67. Suporte veio de previsões de clima mais frio que o esperado já na próxima semana.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts