Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Receita líquida gerada pela MSGás ultrapassou R$ 418 milhões em 2017

No ano passado, crescimento da rede de distribuição de gás natural foi de 14,6 km

Receita líquida gerada em 2017 pela Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul (MSGás) alcançou o montante de R$ 418,9 milhões, segundo relatório demonstrativo administrativo-financeiro publicado hoje no Diário Oficial do Estado. Desse total, R$ 222,736 milhões foram distribuídos para o segmento termelétrico, R$ 173,620 milhões para o industrial, R$ 12,305 milhões para o de serviços,  R$ 4,825 milhões para veicular, R$ 3,196 milhões para comercial, R$ 1,437 milhão para residencial e R$ 808 mil para cogeração.

A receita líquida do mercado térmico foi influenciada pelo acordo judicial para encerrar um litígio sobre o preço de gás entre Engie, Petrobras e MSGás, que resultou em um faturamento de complemento de preço no valor líquido de R$ 216,6 milhões. Esse acordo não impactou nos volumes vendidos.

Ainda conforme os dados do relatório, o lucro líquido da companhia foi de R$ 15,2 milhões, 17% superior a 2016 (R$ 12,9 milhões). “A MSGás, a despeito do baixíssimo consumo das térmicas, apresentou o 2º melhor resultado da Companhia, desde sua criação”, destacou o documento.

Em se tratando da riqueza gerada pela empresa, em 2017 esse valor alcançou o patamar de R$ 66 milhões, assim distribuídos: R$ 17,7 milhões com o pagamento de salários e encargos, R$ 31,3 milhões com recolhimento de tributos, R$ 600 mil com aluguéis, R$ 1,3 milhão com juros e encargos financeiros e R$ 15,2 milhões de lucro adicionado.

Investimentos

No ano de 2017 o crescimento da rede de distribuição de gás natural foi de 14,6 quilômetros, realizado integralmente em Campo Grande. Foram investidos R$ 7,7 milhões na expansão e saturação dos ramais e R$ 1,8 milhão no incremento de ativo imobilizado, em informática e veículos, dentre outros, totalizando o montante de R$ 9,5 milhões aplicados com recursos próprios da companhia.

Dentre as principais ações destacadas no relatório no ano passado, estão a implantação de redes de distribuição de gás natural nas ruas Bom Pastor, Spipe Calarge, Coronel Antonino, Vitório Zeolla, João Rosa Pires, Padre João Crippa, e avenidas Marques de Pombal, Nelly Martins, Arquiteto Rubens Gil de Camilo, Ricardo Brandão e Avenida Lateral no Jardim Seminário, além da extensão de mais 1.500 metros no Distrito Industrial do Polo Oeste, em Campo Grande.  Outro trabalho foi a saturação da rede de distribuição de gás natural, que consistiu na captação significativa de clientes dos segmentos comercial e residencial, impulsionada pela implantação de rede de distribuição de gás natural em vias de concentração comercial.

Consumo

O relatório destaca ainda que a companhia agregou em 2017 1.642 novos clientes à sua carteira, ampliando a atuação nos segmentos residencial, comercial e industrial. Foram distribuídos para o mercado não térmico 460,2 mil m³/dia de gás natural, incremento de mais de 57% sobre as vendas para este mesmo mercado em 2016.

Vários recordes de distribuição foram registrados. No mês de setembro, foram 5,2 mil m³/dia no segmento comercial, 2,6 mil m³/dia no residencial e, no mês de setembro, o destaque foi para o segmento industrial que registrou 663,9 mil m³/dia.

A MSGás opera em Campo Grande, Corumbá e Três Lagoas, tem 6.661 unidades usuárias e 289 unidades na rede de distribuição e contabiliza um volume faturado de 507,668 milhões de metros cúbicos de gás/ano.

 

Fonte: Correio do Estado (MS)

Related Posts