Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em queda de mais de 3% com riscos de maior oferta

Os futuros do petróleo fecharam em forte queda nesta quarta-feira (8), com os preços tanto do WTI quanto do Brent (referência global da commodity) tocando mínimas não vistas em três semanas. A sessão trouxe notícias que foram de encontro à narrativa recente de redução da oferta, o que, de certa forma, vinha amparando os preços.

Em Nova York, o petróleo WTI (setembro) fechou em queda de 3,22%, a US$ 66,94 o barril. Em Londres, o petróleo Brent (outubro) terminou em baixa de 3,17%, a US$ 72,28 o barril.

O mercado vinha sob pressão desde cedo, com a escalada das tensões comerciais entre China e Estados Unidos, que ameaçam desacelerar o ritmo da economia mundial e, por tabela, a demanda por petróleo.

Nos EUA, um relatório da Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) revelou queda menor que a esperada nos estoques da commodity na semana finda em 3 de agosto. Os estoques recuaram em 1,35 milhão de barris, bem abaixo da expectativa de baixa de 2,3 milhões de barris. Em outras palavras, é mais petróleo disponível no mercado, o que exerce pressão de baixa sobre os preços.

A tensão EUA-Irã também seguiu no foco. O ministro iraniano das relações exteriores, Mohammad Javad Zarif, disse a um jornal local que as sanções dos Estados Unidos, que entraram em vigor na terça (7), não afetarão as exportações de petróleo da República Islâmica.

 

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Você deve ser logado postar um comentário.