Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta e anota melhor trimestre desde 2009

Os preços do petróleo fecharam em alta na sexta-feira (29), impulsionados por comentários positivos em torno das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China. No trimestre, ambos os benchmarks da commodity anotaram o maior ganho desde o segundo trimestre de 2009, com a commodity recebendo suporte do aperto da oferta e uma recuperação da demanda por risco ao longo dos últimos três meses.

“O mercado está se reequilibrando, está lidando com os excessos de estoques que têm sido vistos”, disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital, à Dow Jones Newswires. “Temos, agora, a Rússia cooperando com a Opep e o acordo para esperar até junho antes de mais uma reunião, ao invés de abril, mostra que eles levam isso a sério”, disse.

O petróleo WTI para maio fechou em alta de 1,41%, a US$ 60,14 por barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York, enquanto o petróleo Brent para o mesmo mês encerrou em alta de 0,84%, a US$ 68,39 por barril na ICE, em Londres. No trimestre, o WTI subiu 32,56% e o Brent, 25,65%.

Mais cedo, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, escreveu em sua conta do Twitter que as negociações entre autoridades americanas e chinesas se mostraram “construtivas”. O vice-premiê chinês, Liu He, deve viajar a Washington na próxima semana para continuar com as negociações.

Nesta sexta, os preços receberam um impulso a mais depois que dados do Departamento de Energia dos EUA (DoE) apontaram uma redução da atividade de extração no país. A Administração de Informação de Energia reportou que a produção doméstica de petróleo caiu pela primeira vez em oito meses em janeiro, recuando a 11,9 milhões de barris diários,

de 12 milhões de dezembro.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts