Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha sem direção única após relatório do DoE e dólar fortalecido

Os contratos futuros de petróleo fecharam mistos nesta quarta-feira (24), influenciados pela divulgação do relatório semanal do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e o fortalecimento do dólar.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para junho recuou 0,62%, a US$ 65,89 o barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o petróleo do tipo Brent fechou perto da estabilidade, subindo 0,08%, a US$ 74,57 o barril.

 Nos Estados Unidos, o relatório semanal do DoE indicou que os estoques de petróleo dos EUA subiram 5,479 milhões de barris na semana passada, muito acima do esperado por analistas, que previam alta de apenas 400 mil barris. O volume estocado de gasolina, por sua vez, caiu 2,129 milhões de barris, enquanto analistas esperavam baixa menor, de 1,0 milhão de barris.

Além disso, os preços do petróleo ensaiaram um movimento de realização de lucros após os contratos terem fechado nos maiores níveis em seis meses na esteira da decisão dos EUA de retirar a isenção para países importadores de petróleo iraniano.

Também contribui para a queda dos preços do óleo a alta do dólar. O índice DXY, que mede a força da moeda americana em relação a outras seis moedas principais, alcançou o maior nível em dois anos hoje. O petróleo é prejudicado pelo dólar forte, uma vez que é cotado na divisa americana e fica mais caro para investidores estrangeiros quando a moeda dos EUA fica mais cara.

 

Fonte: IstoÉ Dinheiro / Estadão Conteúdo

Related Posts