Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Petróleo fecha em queda após confirmação de caso de coronavírus nos EUA

Os contratos futuros do petróleo fecharam em baixa nesta terça-feira, 21. após a disseminação de um novo coronavírus na China ter desencadeado uma aversão a risco no mercado internacional.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato do WTI para março caiu 0,34%, a US$ 58,38 o barril. Já o contrato do Brent para o mesmo mês recuou 0,94%, a US$ 64,59 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

No período da tarde, autoridades americanas confirmaram que um cidadão do país que viajou recentemente à China foi diagnosticado com o novo coronavírus identificado no país asiático.

Durante a tarde, a commodity energética chegou a reduzir as perdas e o WTI havia virado para o positivo, com uma informação de que a produção de petróleo na Líbia caiu para 400 mil barris por dia, um terço do volume normal. O temor relacionado ao coronavírus, no entanto, prevaleceu.

Na avaliação de Phillip Streible, da Blue Line Futures, o mercado de petróleo reagiu hoje à “possibilidade de declínio do consumo de energia devido ao impacto do coronavírus nas viagens de férias na China”.

Os investidores acompanharam, ainda, uma declaração do ministro de Energia da Arábia Saudita, o príncipe Abdulaziz bin Salman, de que a Rússia não considera sair do acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) em março.

 

Fonte: IstoÉ Dinheiro / Estadão Conteúdo

Notícias relacionadas