Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha com ganhos, em recuperação parcial após dois dias de colapso nos preços

O petróleo fechou na quarta-feira (22) com ganhos, esboçando uma recuperação parcial após o colapso nos preços observados no início da semana. A alta na commodity também foi atribuída aos dados de estoques de gasolina nos Estados Unidos – menores do que o esperado por analistas – e possíveis tensões geopolíticas entre os Estados Unidos e o Irã.

Os contratos futuros do Brent para junho encerraram a sessão com ganhos de 5,38%, aos US$ 20,37 o barril na ICE, em Londres. Os preços do West Texas Intermediate (WTI) para o mesmo mês subiram 19,10%, aos US$ 13,78 o barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elevou as tensões com o Irã ao publicar em sua rede social que “instruiu a Marinha americana a abater e destruir todo e qualquer barco armado iraniano que assediar os nossos navios no mar”.

O mercado de petróleo esteve em evidência nesta semana, após um desequilíbrio sem precedentes entre a oferta e a demanda global da commodity. Com os espaços de armazenagem se esgotando, investidores buscaram se desfazer de contratos futuros do WTI com vencimento para o mês seguinte, levando seus preços a um recorde negativo histórico de US$ -37,63 o barril.

Hoje, o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) reportou que os estoques de petróleo nos EUA subiram o equivalente a 15,022 milhões de barris na semana encerrada no dia 18 de abril, a 518,64 milhões.

Ainda que o montante tenha vindo acima da previsão dos analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, de 13,2 milhões, o crescimento nos estoques de gasolina veio menor do que o esperado. Os estoques de gasolina subiram o correspondente a 1,017 milhão de barris na semana passada, a 263,234 milhões de barris, ante expectativa de alta de 4,4 milhões de barris no período.

Fonte: Valor Online

Related Posts