Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

MSGÁS adota novas medidas de segurança frente ao aumento de casos de coronavírus no Estado

Com a chegada da crise do novo Covid-19, a MSGÁS necessitou de alguns cuidados para manter a segurança e a saúde dos colaboradores. Considerando o avanço da doença e alguns direcionamentos como as recomendações expedidas pelo Ministério da Saúde em 13 de março, foram designadas as “Diretrizes de Segurança Para o Enfrentamento do Coronavírus”.  O documento, aprovado pela Diretoria Executiva no dia 16 de março, expôs, dentre outras decisões, a adoção do trabalho remoto (home office). Tendo começado em 23 de março, com base no Decreto Municipal 14.208, a companhia atuou remotamente seguindo diversos cuidados: foram implementadas medidas para a conscientização dos colaboradores, tais como  vo envio de instruções de higiene e recomendações ao isolamento, elaborados pela  CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e GESMA (Gerência de Segurança Meio Ambiente e Saúde). A GETI (Gerência de Tecnologia da Informação) e encarregou de apoiar e implementar ferramentas para a realização de trabalhos remotos e por videoconferências.

Durante esse período, a MSGÁS procurou também direcionar posts em suas redes sociais para a conscientização de seus clientes informando sobre a manutenção dos serviços e atendimento, mesmo com a adequação ao trabalho remoto.

Os colaboradores da MSGÁS estiveram de Home Office por 2 meses e agora busca voltar gradativamente seguindo o protocolo de biossegurança elaborado internamente, visando  todos os cuidados de segurança e higiene, entre eles, o com revezamento das equipes, aferição de temperatura antes de entrar no prédio, disponibilização de kit contendo um tubo de álcool em gel e 10 máscaras para uso individualizado. Foram fixados em vários pontos da empresa (próximos de bebedouros, impressoras, banheiros, etc) dispensers com álcool gel e papel toalha. A MSGÁS, antecedendo o retorno das atividades presenciais, descontaminou a área externa e veículos. A atividade contou com o envolvimento dos trabalhadores da empresa terceirizada contratada para os serviços de conservação e limpeza.

Para o retorno dos colaboradores as atividades, de forma presencial, foram testados para o COVID-19, permanecendo o trabalho remoto para pessoas em grupo de risco e mães com crianças em idade escolar.

Fonte: MSGÁS / Comunicação

Related Posts