Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Pandemia leva consumo de gás natural a cair 7,1% no primeiro semestre

O consumo de gás natural caiu 7,1% no primeiro semestre de 2020 na comparação anual, reflexo da pandemia da covid-19, segundo a Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

De acordo com levantamento da entidade, o consumo totalizou 53,89 milhões de m3/dia nos seis meses iniciais de 2020. A queda foi puxada principalmente pelos segmentos comercial, que consumiu a 26% menos na comparação anual, e automotivo, com uma retração de 22,9%, já que o consumo de GNV, nos postos, se reduziu com a adoção do home office e o menor uso de táxis e veículos ligados a aplicativos.

Outro segmento fortemente impactado foi o industrial, que registrou queda de 14,98%, uma redução de volume de quase 4 milhões de m3/dia. Por outro lado, os segmentos residencial e térmico registraram altas de consumo, com volumes 18,4% e 12,1% maiores do que no primeiro semestre de 2019.

“A pandemia teve um impacto significativo na demanda de gás natural, que só não parece mais significativo porque houve um crescimento da geração elétrica no período e o volume termelétrico é expressivo e tem peso nas médias”, analisa o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon.

O maior impacto, entretanto, foi sentido no mês de abril e desde então a demanda tem dado sinais de melhora. Na comparação de junho com maio, a demanda de gás do setor industrial teve recuperação de 8%, enquanto o segmento automotivo cresceu 18% e o comercial avançou 17,7%. O consumo nacional ficou em 51,25 milhões de m3/dia em junho, alta de 21,1% em relação maio.

Os dados estão em linha com informações do MME, que apontam que o consumo não-térmico de gás tem registrado altas nos últimos meses, após atingirem os menores níveis em abril.

Fonte: Valor Online

Related Posts