Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Setor de gás natural já vive transformação, diz ministro

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o mercado de gás natural já vive uma transformação, mesmo antes da aprovação do novo marco legal, e que o governo quer derrubar barreiras para incentivar a participação de usinas térmicas a gás nos leilões de energia.

“O novo mercado de gás, no nosso entendimento, já está acontecendo”.

“Os pedidos de autorização para a prática de carregamento (contratação de transporte dutoviário) passaram de uma média de três por ano, até 2018, para um total 49 entre janeiro de 2019 e outubro de 2020. As autorizações de comercialização de gás natural passaram de 4 por ano para 43, desde janeiro de 2019. O ministério publicou, somente neste ano, 26 autorizações de importação de gás natural. Já é possível contratar capacidade no Gasbol. Já temos terminal de GNL privado em Sergipe e UPGN privada na Bahia. E mais terminais privados virão, como no Porto de Açu e de Barcarena, no Pará. Ou seja, o setor de gás já vive transformação”, afirmou o ministro.

Entre as medidas citadas para incentivar o uso do gás no país, ele afirmou que o ministério tem trabalhado em ampliar a participação de usinas de geração térmica movidas a gás natural. “Estamos avaliando a eliminação de algumas barreiras, a participação de térmicas inflexíveis, aumentando a competição”, disse.

Por fim, ele pediu esforços para a aprovação do novo marco legal do gás. “Dialoguem com senadores e representantes do Congresso, reforçando a relevância do projeto de lei. Agora é o momento de comemorar a aprovação do marco legal que permitirá a competição”.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts