Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Sergas participa de Projeto Ambiental em escola pública

A Sergas participou como apoiadora de uma iniciativa do Colégio Estadual Professor Francisco Portugal, realizada no último dia 19, chamada Projeto Educação em Cores – “COLLORE”, que aborda o tema do meio ambiente.

O projeto está dividido em três temáticas, relacionando o desenvolvimento pessoal com aspectos associados ao meio-ambiente e sociedade. Entre as palestras constavam diversos temas como por exemplo Empreendedorismo Pessoal, ministrada pela idealizadora do projeto Tampas Pets, Maria de Fátima, a qual tratou de assuntos relevantes como o autoconhecimento, valores e virtudes, competências, habilidades, liderança e inteligência emocional e financeira.

Outra palestra que atraiu a atenção dos alunos foi a de Empreendedorismo Ambiental, com o biólogo, Pedro Augusto e o gestor da Assessoria de Saúde Meio-ambiente e Segurança do Trabalho da Sergas (Assms), Mário Nogueira, que abordaram reciclagem, conservação do patrimônio material e imaterial, desenho e pintura. Por fim, uma palestra sobre Empreendedorismo Social abordou temas relacionados a mediação de conflitos, família e solidariedade, onde foram doadas ainda cestas básicas para comunidades carentes.

Para o Assessor Mário Nogueira foi muito importante para a formação de um conceito de sustentabilidade a palestra realizada no Colégio Estadual Francisco Portugal,  com foco em Responsabilidade Social Ambiental, com o objetivo de demonstrar as práticas de preservação ambiental adotadas pela SERGAS para os estudantes do 6º ao 9º ano. “Foram demonstradas as práticas de acompanhamento de consumo de água e energia, plantio de mudas, campanhas internas de reciclagem, descarte adequado de eletroeletrônicos e o apoio ao projeto Tampas Pet” avaliou Mário.

A iniciativa é da professora Maria Angélica, pedagoga da instituição, que explica a importância do projeto. “Queremos promover inserção, no calendário escolar, de projetos que visam utilizar os talentos dos estudantes, por entender que a escola é um celeiro de artistas e consumidores em geral, propondo que os alunos participem de diversas oficinas de artes e técnicas, ministradas por artistas locais, envolvendo desde a reciclagem de material orgânico, à preservação do meio ambiente, do patrimônio cultural e o resgate de valores, fortalecendo a inteligência emocional”, explica.

 

Fonte: Sergas / Comunicação

Related Posts