Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Com a chegada do frio, Compagas alerta sobre cuidados com o uso de aquecedores

A Compagas inicia uma campanha para ressaltar os cuidados que devem ser tomados com os aparelhos de gás, com ênfase nos aquecedores de água, abordando a importância das revisões periódicas e com a ventilação permanente dos ambientes. O objetivo é destacar que além da maior segurança, com o uso adequado dos aparelhos a gás é possível ter maior eficiência e economia na utilização.

“Em relação aos aquecedores, é fundamental que os aparelhos estejam instalados em uma área onde seja possível garantir a ventilação permanente, geralmente na lavanderia, e devem ser mantidos em bom estado de conservação, por isso, a revisão periódica é fundamental”, disse o gerente comercial da Compagas, Mauro Melara.

Ele reforça que a atenção também deve ser voltada aos dutos de saída dos aquecedores, que precisam estar sempre desobstruídos, sem sinal de amassamento. “A exaustão e a ventilação são prioridades, uma vez que os acidentes com monóxido de carbono podem ser fatais, em especial nas residências”, completa.

A revisão periódica dos aparelhos a gás é essencial e deve ser realizada de seis meses a um ano, de acordo com as recomendações do fabricante. Em seu site, a Compagas mantém uma lista de empresas credenciadas para a prestação de assistência técnica e manutenção de aquecedores.

“Importante destacar que os técnicos devem seguir as orientações da ABNT para as instalações de aparelhos a gás, e por isso é fundamental que as assistências técnicas sejam registradas junto ao Crea, serem autorizadas pelos fabricantes dos aparelhos a gás e conheçam em detalhes os termos da norma”, ressalta Melara.

Seguindo essas recomendações, o uso dos aquecedores a gás é seguro e proporciona maior conforto térmico. Diante de qualquer sinal ou indício de vazamento de gás, é recomendado abrir as janelas para proporcionar a renovação do ar no ambiente, fechar as válvulas do aparelho, não acender luzes, isqueiros, nem ligar o fogão e buscar imediatamente auxílio técnico qualificado. Também é importante aguardar a chegada dos profissionais do lado de fora da residência.

Cozinha e Salas – E não é só a lavanderia, onde comumente ficam os aquecedores de água, que necessita de atenção. Outro cômodo da casa que deve ser observado é a cozinha, por conta de aparelhos como forno e fogão.

A Compagas orienta que os consumidores estejam sempre atentos à cor da chama, que deve ser azulada. Alterações na coloração para vermelho ou amarelo indicam que a queima não está completa e há produção de monóxido de carbono. Ou seja, sinais de que o aparelho pode estar funcionando de forma defeituosa e ineficiente, consumindo mais gás que o normal. Nesse caso, é necessário chamar a manutenção especializada o mais rápido possível.

Especial atenção deve ser dada também na utilização de lareiras a gás, normalmente instaladas em salas de estar, ambientes de longa permanência das pessoas. A instalação deste tipo de aparelho requer uma análise técnica detalhada para que sejam prevenidos acidentes causados pela intoxicação por monóxido de carbono.

Consumo – Com as temperaturas mais baixas é necessária mais energia para aquecer a água e, com isso, é normal que o consumo de gás seja maior nos meses mais frios do ano. Por isso, é preciso pensar nos hábitos e adotar ações mais conscientes. Veja as dicas: Reduza o tempo no banho: a cada 15 minutos você consome quase 1 m³ de gás natural e cerca de 70 litros de água; Ajuste a temperatura no aquecedor para evitar abrir o registro de água fria. Uma temperatura entre 38º e 42º é suficiente para esquentar a água; A cozinha também é local de economia. Cozinhe com as panelas tampadas e ao usar o forno evite abrir e fechar a porta com frequência; e garanta a manutenção dos seus aparelhos a gás. Assim é possível garantir mais eficiência, segurança e economia na utilização.

 

Fonte: Agência Estadual de Notícias (PR)

Related Posts