Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Gasmig abre chamada pública para fornecer gás natural ao Triângulo Mineiro

Com o objetivo de fornecer gás natural para o Triângulo Mineiro, a Gasmig abriu um edital de chamada pública conjunta com a Goiasgás e a Cebgás para aquisição de gás natural. O gás natural é uma solução competitiva e que favorece a transição energética. Além de ser uma fonte de energia versátil, com combustão facilmente regulável, o gás natural é mais confiável, seguro e têm baixas emissões de poluentes. “Somos uma Companhia que investe no desenvolvimento da sociedade e que tem envidado seus melhores esforços para ampliar a sua rede de gasoduto. Levar o gás natural ao Triângulo Mineiro é impulsionar ainda mais a economia da região”, evidencia Gilberto Valle, Presidente da Gasmig.

Chamada pública conjunta

Esta modalidade de chamada pública em conjunto é importante para viabilizar o gasoduto de transporte para atendimento ao Triângulo Mineiro, Goiás e Brasília, a partir da cidade de São Carlos, no Estado de São Paulo. “Com esta Chamada Pública Conjunta estamos buscando a viabilização do atendimento a importantes áreas do país que, atualmente, não tem acesso ao gás natural. No Brasil, apenas 13% da população utiliza o gás natural como matriz energética, mas queremos ampliar este número. Temos grandes oportunidades no segmento”, ressalta o Presidente da Gasmig. Esse gasoduto de transporte a partir de São Paulo é, atualmente, a alternativa mais viável para atender o Triângulo Mineiro, o Estado de Goiás e o Distrito Federal. “Tanto a Goiasgás, como a Cebgás, veem nessa chamada pública em conjunto com a Gasmig, distribuidora referência no país, uma oportunidade de viabilizar a chegada de forma definitiva e competitiva do gás natural a partir de um gasoduto de transporte para o Estado de Goiás, Distrito Federal e para a região do triângulo mineiro”, salienta André Macedo, Diretor Administrativo Financeiro da Goiasgás. A ação conjunta está sendo vista com bastante entusiasmo pelas Companhias, uma vez que apresenta grande relevância para as respectivas regiões de atuação das empresas. A ausência de um gasoduto de transporte para fornecimento de gás natural canalizado, como já possuem outros 16 Estados da Federação, faz com que o avanço industrial no Estado de Goiás e Distrito Federal seja retardado por questões afeitas ao suprimento energético. “Esse chamamento pode concretizar o projeto gasoduto de transporte do Brasil Central que vai atender de forma definitiva, não apenas o Estado de Goiás e Distrito Federal, mas também ao Triângulo Mineiro, que é uma importante região econômica do Estado de Minas Gerais e do Brasil”, enfatiza Macedo.

O Triângulo Mineiro

O Triângulo Mineiro recebeu este nome justamente porque tem a forma de um triângulo, está situada entre os rios Grande e Paranaíba, fazendo divisa com os estados de São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. A região, que possui mais de um milhão de habitantes, é composta por 35 municípios, divididos em sete microrregiões: Araxá, Frutal, Ituiutaba, Patos de Minas, Patrocínio, Uberaba e Uberlândia. Entre as regiões mais produtivas do País. Com destaque para o agronegócio, 7% do total das exportações de Minas Gerais é proveniente do Triângulo, segundo o governo do estado. “Hoje, atendemos a 48 municípios, totalizando mais de 100 mil clientes dos segmentos industrial, comercial, residencial e veicular. Queremos expandir e, por isso, depois de mais de uma década, retomamos os grandes investimentos. Temos muitas oportunidades. E isso nos motiva.”, enfatiza Gilberto Valle.

As propostas

As empresas interessadas devem encaminhar as propostas para o endereço eletrônico informado pelas companhias até a data limite 03/06, bem como o preenchimento dos formulários e as devidas comprovações. As propostas apresentadas, cumprindo os pré-requisitos estabelecidos, serão avaliadas de acordo com os critérios objetivos definidos para cada possibilidade de fornecimento. O início de fornecimento está previsto para janeiro de 2031 para as três Companhias.

Fonte: Gasmig / Comunicação

Related Posts