Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Edenred Ticket Log: etanol sobe 1,55% e gasolina fica 0,51% mais cara em abril

O preço médio do litro do etanol atingiu R$ 3,93 em abril, representando um aumento de 1,55% em relação à primeira quinzena do mês. Já a gasolina foi comercializada com preço médio de R$ 5,96, registrando um acréscimo de 0,51%. Os dados são do Edenred Ticket Log. Comparando com o mês anterior, o etanol e a gasolina tiveram aumentos de 5% e 1%, respectivamente. “Neste encerramento de mês, quando a média do etanol do consolidado de abril é comparada com o fechamento do mês anterior, período em que o combustível foi registrado a R$ 3,75, o aumento é de 5%. Já para a gasolina, o acréscimo em relação ao mês passado foi menor, de 1%”, explica o diretor-geral da entidade, Douglas Pina.

O levantamento aponta ainda que o etanol continuou em alta em todas as regiões do Brasil, com destaque para o Centro-Oeste, onde, apesar de apresentar o menor preço médio entre as demais regiões, de R$ 3,84, o valor do litro aumentou 1,86% em relação à primeira quinzena do mês. No Sudeste, o etanol também fechou o mês a R$ 3,84, mesma média registrada no Centro-Oeste. O etanol mais caro do país foi encontrado nas bombas de abastecimento da Região Norte, a R$ 4,56. Quase todos os estados e o Distrito Federal registraram aumento no preço do etanol, com exceção de alguns da Região Norte. O maior aumento foi no Mato Grosso, de 3,37%, e a média mais alta foi em Roraima, de R$ 5,02. No que diz respeito à gasolina, a maioria dos estados registrou aumento, com exceção de três. O Rio Grande do Norte teve o maior aumento, de 1,61%, enquanto a Bahia registrou o aumento mais significativo, de 2,18%.

Apesar dos aumentos, o etanol continua sendo uma opção mais econômica. “Na análise sobre o combustível mais econômico para abastecimento, devido ao aumento, o etanol, quando comparado à gasolina, continua perdendo competitividade, mas ainda segue como mais vantajoso na maior parte do País, especialmente no Sudeste e no Centro-Oeste. Além disso, o combustível é uma alternativa mais ecológica para os motoristas, por contribuir para uma mobilidade de baixo carbono”, afirma Pina.

Fonte: Broadcast / Ag. Estado

Related Posts