Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Cigás: Nos primeiros cinco meses, consumo de gás natural aumenta 12%

Consumo médio de gás natural alcançou 5,501 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) nos cinco meses iniciais do ano. O crescimento foi de 12% em comparação com o mesmo período do ano anterior, conforme dados da Cigás. Essa evolução no consumo decorre da expansão da rede de distribuição de gás natural (RDGN), que alcança 296 quilômetros (km) de extensão conforme dados de maio. O avanço do sistema de gasodutos propiciou o aumento de unidades consumidoras (UC’s) contratadas, cujo número, no quinto mês do ano, chegou a 19.769, sendo essas dos segmentos termelétrico, industrial, veicular, comercial, residencial e autogeração/liquefação. No que se refere ao comportamento do consumo por segmento, em termos de crescimento percentual, o residencial e o comercial permanecem sendo os de maior destaque. A Cigás contabilizou, em maio, 19.401 usuários residenciais. Esse segmento respondeu pelo consumo médio diário de 4,1 mil metros cúbicos no primeiro quinquemestre – salto de 61,28% frente à média do mesmo período do ano passado.

O segmento comercial apresentou aumento considerável de 20%, de janeiro a maio, na comparação com igual período de 2023. Esse desempenho representou consumo médio diário de 6,2 mil m³/d.  Neste segmento, a Companhia conta com 264 UC’s de diversos ramos de atividade. “Hoje, nos orgulhamos em dizer que os principais shoppings de Manaus, além de grande número de lavanderias, academias, restaurantes e outros tipos de empreendimentos comerciais já utilizam o gás natural e continuamos a trabalhar para levar esta fonte de energia mais econômica e mais limpa para um número cada vez maior de usuários”, afirma o diretor-presidente da Cigás, Heraldo Câmara.

O termelétrico é o principal segmento em termos de volume consumido. Neste caso, o consumo atingiu 4,640 milhões de m³/d, acréscimo de 6,5% em relação aos cinco primeiros meses de 2023. A Companhia fornece GN para usinas termelétricas que geram energia elétrica para os municípios de Anamã, Anori, Caapiranga, Coari, Codajás e a capital (Manaus).  Com 76 indústrias dos polos eletroeletrônico, duas rodas, papel e papelão e químico contratadas como unidades consumidoras, o segmento industrial continua a apresentar desempenho positivo, sendo o segundo maior demandante de gás natural.  O consumo do segmento atingiu 186 mil m³/d, elevação de 6,7%, considerando a demanda de janeiro a maio do ano passado. Entre as principais indústrias a consumir o gás natural, alguns destaques são Moto Honda, Yamaha, PCE, Caloi, Coca-Cola, Metalfino, Ambev e Michelin.

Com sete postos de abastecimento de gás natural veicular (GNV) em funcionamento, estrategicamente localizados em todas as zonas da cidade, e outro posto prestes a ser inaugurado, o segmento veicular registrou o consumo de 23,7 mil metros cúbicos por dia nos primeiros cinco meses do ano. Além de prospectar empreendedores interessados em ampliar a rede de abastecimento de GNV, a Cigás também tem incentivado a ampliação da frota de carros convertidos a gás natural veicular com a Campanha Faça a Conta. Use GNV!. Por meio dessa ação, a Companhia entrega bônus de R$ 4 mil por conversão de carro. “Não se trata de sorteio, por meio da campanha nós damos aos beneficiados um bônus de R$ 4 mil para que ele possa reaver grande parte do investimento da conversão”, ressalta o diretor técnico-comercial da Cigás, Clovis Correia Junior. Os interessados, inclusive frotistas, podem acessar o site oficial da campanha gnv.cigas-am.com.br para conhecer o regulamento. Em linhas gerais, os motoristas devem solicitar autorização de conversão do veículo junto ao Detran-AM, realizar a instalação do kit GNV em uma oficina credenciada pelo Inmetro, submeter o veículo à inspeção em uma instituição técnica licenciada, realizar a vistoria em uma empresa credenciada, atualizar a documentação do veículo no Detran-AM e após isso, realizar a inscrição na campanha Faça a Conta. Use GNV! no site da campanha.

Fonte: Cigás / Comunicação

Related Posts