Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Consumo de gás natural subiu 2,19% em janeiro

O consumo industrial cresceu 5,8% durante o mês, apresentando recuperação do setor.

De acordo com o levantamento estatístico mensal da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), o consumo de gás natural no Brasil registrou média diária de 62,2 milhões de metros cúbico no mês de janeiro. O balanço mostra um aumento de 2,19% na comparação com dezembro de 2013 e retração de 11,15%, se comparado com o mesmo período do ano anterior.

O uso de gás natural nas indústrias foi o que mais cresceu na comparação com o mês passado, 5,8%, seguido pelo segmento de cogeração, com aumento de 1,4% no mesmo período. Na comparação com janeiro de 2013, o consumo foi maior nos segmentos residencial (3,2%), comercial (2,7%) e industrial (2,1%).

O segmento de geração elétrica apresentou retração de 22,9%, na comparação com janeiro de 2013, e 2,8%, em relação a dezembro do ano passado. Já o segmento cogeração obteve retração de 1,5%, comparado ao mesmo mês do ano passado e aumento de 1,4% na avaliação com o mês anterior.

Augusto Salomon, presidente-executivo da Abegás, destaca a importância da equalização dos preços dos energéticos concorrentes. “Com o melhor aproveitamento da diversidade da matriz energética brasileira, o gás natural poderá contribuir ainda mais para elevar a competitividade da indústria nacional”, ressalta.

A região Sudeste concentra o maior consumo de gás natural do país com um volume médio diário de 39,8 milhões de metros cúbicos, seguida pela região Nordeste com 10,8 milhões de metros cúbicos. As regiões Sul, Norte e Centro-Oeste consomem 5,6 milhões de m³/dia, 3,4 milhões de m³/dia e 2,3 milhões de m³/dia, respectivamente.

Fonte: Assessoria de Imprensa da ABEGÁS

Notícias relacionadas