Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Consumo de gás natural cresce 13,3% em setembro

A manutenção do despacho termelétrico segue puxando a alta do consumo de gás natural no país. Geração distribuída e cogeração a gás natural são alternativas para a redução do custo da geração termelétrica.

Em setembro foram consumidos em todo o país 75,6 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural. De acordo com o levantamento estatístico da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), no acumulado do ano o crescimento do consumo foi de 13,3%, puxado pela manutenção do despacho termelétrico.

Para o presidente executivo da ABEGÁS, Augusto Salomon, o incentivo à geração distribuída e cogeração a gás natural é a melhor alternativa para reduzir o custo da geração termelétrica e também elevar a eficiência na geração de energia no país. “Uma planta de cogeração pode ter uma eficiência de até 95% enquanto uma termelétrica de ciclo combinado não ultrapassa os 60%, além disso, a geração de energia próxima aos centros de consumo reduz consideravelmente as perdas na transmissão, o investimento em construção de novas linhas e assegura confiabilidade ao sistema elétrico”, ressalta o executivo.

O consumo comercial de gás natural registrou alta de 3,5% no acumulado até setembro, seguido pelo consumo para cogeração de energia que subiu 2,5% no mesmo período.  O uso de GNV cresceu 1,7% na comparação com mês anterior, porém no acumulado houve retração de 3%, assim como o residencial com retração de 2,6%.  Já consumo industrial de gás natural vem mantendo-se estável ao longo de 2014, com um volume médio diário de 28,4 milhões de metros cúbicos.

A região Sudeste continua a ser o maior mercado consumidor de gás natural, com volume médio diário de 50,5 milhões de metros cúbicos em setembro. O Nordeste vem em seguida, com 13,5 milhões de metros cúbicos. As regiões Sul, Norte e Centro-Oeste consumiram 5,8 milhões de m³/dia, 3,5 milhões de m³/dia e 2,3 milhões de m³/dia, respectivamente.

Fonte: Comunicação ABEGÁS

Notícias relacionadas