Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

PBGÁS entrega primeiro incentivo para comércios que converteram seus equipamentos para o GN

A PBGÁS entregou na tarde de quarta- feira (20), o primeiro incentivo para a conversão de gás natural dentro do Programa de Apoio para Comércios e Indústrias. O cliente beneficiado foi o empresário Francisco Pereira, que recebeu R$ 3.920,00 em função da conversão de uma pastelaria e uma pizzaria no bairro da Liberdade, em Campina Grande.

A entrega simbólica do benefício foi feita pelo diretor presidente da PBGÁS, George Morais e pelo diretor administrativo financeiro, Giovane Rosa, na pastelaria Liberdade.  A PBGÁS prevê um investimento de mais de R$ 500 mil para empresários e comerciantes que aderirem à política de estímulo e converterem os equipamentos dos seus negócios para o gás natural.

De acordo com o presidente da PBGÁS, George Morais, a expectativa é que a companhia possa ampliar esse benefício para os comércios de João Pessoa e Campina Grande, no intuito de auxiliar outros potenciais consumidores de gás natural a também utilizarem um energético mais limpo, econômico e eficiente. “A PBGÁS dá a sua parcela de contribuição, estimulando a conversão de equipamentos para um energético mais competitivo, simples e seguro, especialmente neste momento de dificuldade econômica”.

O diretor administrativo financeiro da Companhia, Giovane Rosa, explicou que esse incentivo possibilitará que o comerciante não retire dinheiro do seu caixa para converter seus equipamentos para o gás natural, a PBGÁS incentivará este investimento. Ele acrescentou que o programa está aberto não apenas para novos clientes comerciais e industriais junto à rede de distribuição, mas também para os atuais consumidores de gás natural que desejarem incluir outras máquinas.

O comerciante Francisco Pereira da Silva destacou que o incentivo para a conversão foi fundamental para aderir ao gás natural e nestes primeiros meses está bastante satisfeito com o novo energético. Ele lembrou que durante a recente greve dos caminhoneiros, vários restaurantes fecharam suas portas devido a falta de GLP (gás de cozinha) em Campina, mas que o seu comércio funcionou normalmente e sem interrupção, pois o gás natural não falta e tem abastecimento contínuo. “Esse é um diferencial competitivo tanto da pastelaria como da pizzaria, permitindo a atração de novos clientes”.

Os interessados em aderir a política de incentivo para o segmento comercial e industrial podem obter mais informações no 0800 2810197 ou 117 e falar com as gerências de mercado industrial ou de mercado residencial e comercial.

 

Fonte: PBGÁS / Comunicação

Related Posts