Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3970-1001/3970-1008

Regaseificação no Brasil chegará a 83 milhões de m³/dia

A capacidade de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) no Brasil deve ter um acréscimo de 42 milhões de m³/dia nos próximos dez anos. É o que prevê o Plano Decenal de Energia 2027, que inclui em seu planejamento indicativo a conclusão de dois terminais de regaseificação: Barra dos Coqueiros, em Sergipe, e São João da Barra, no Rio de Janeiro. Esses dois terminais oferecem um excedente de capacidade, de até 24 milhões m³/dia, que ainda depende de decisão de investimento na conexão à malha integrada de transporte de gás para ser disponibilizado ao mercado.

Somando os três terminais já existentes, o país tem, atualmente, uma capacidade total de cerca de 41 milhões de m³/dia. Com esses dois novos terminais, a capacidade total chegaria a 83 milhões de m³/dia.

Cada um dos novos terminais terá uma capacidade de 21 milhões de m³/dia. Em Barra dos Coqueiros, está prevista a construção da térmica Porto de Sergipe I, enquanto no Porto do Açu, o terminal abastecerá, inicialmente, as usinas GNA I e GNA II.

Cada termelétrica vinculada à esses terminais deve consumir a 6 milhões de m³/dia, o que dá ao mercado a possibilidade de um excedente de 24 milhões de m³/dia.

No entanto, para disponibilizar esse potencial ao mercado, é necessária a construção de um gasoduto de transporte de 20 km no Sergipe e outro de 40 km, em São João da Barra.

 

Fonte: Brasil Energia

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Você deve ser logado postar um comentário.