Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Consumo de energia sobe 1,8% em abril, diz ONS

A carga ou consumo de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) atingiu 68.713 megawatts médios em abril, alta de 1,8% frente a igual mês do ano passado. Na série com ajuste, que exclui o efeito de fatores fortuitos e não econômicos sobre a carga, o aumento na mesma comparação foi de 0,5%.

Na comparação com março deste ano, no entanto, houve queda de 0,7%. No acumulado em 12 meses, a alta é de 2% frente aos 12 meses imediatamente anteriores. Os dados constam do Boletim de Carga Mensal, divulgado nesta terça-feira pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Ao detalhar o desempenho, o operador informou que a ocorrência de temperaturas atípicas para o período, principalmente nas regiões Sudeste, Centro Oeste, Sul e Nordeste, ao longo de abril, provocou incremento da carga de refrigeração — o que explica taxa de crescimento apresentada pela carga no referido mês.

Entretanto, o ONS admitiu que a alta no consumo, na série ajustada, foi de pequena magnitude. “Ressalta-se que o desempenho da carga tem sido impactado pelo baixo dinamismo da atividade econômica, e a variação positiva de apenas 0,5% apresentada pela carga ajustada do SIN corrobora com essa afirmação, indicando que os fatores fortuitos, não econômicos, contribuíram positivamente com 1,3%”, detalhou o operador, em seu comunicado.

Três dos quatro subsistemas apresentaram aumento de consumo em abril ante abril do ano passado. Ao detalhar por regiões, o ONS informou que, em abril deste ano, apenas o consumo do subsistema Sul, de 11.699 megawatts médios, mostrou recuo de 1,3% na comparação com igual mês de ano anterior.

Em relação a abril de 2018, foram observadas altas de 2,1% no consumo do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste (SE-CO), para 40.406 megawatts médios em abril deste ano; de 1,3% no consumo do subsistema Norte, para 5.461 megawatts médios; e de 4,6% no subsistema Nordeste, para 11.147 megawatts médios.

Porém na comparação de abril ante março deste ano, não foram registradas altas. Foram detectados recuos de 0,4% no consumo do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste (SE-CO); de 2,3% no subsistema de Sul; e de 0,9% no subsistema Norte. Já o subsistema Nordeste mostrou estabilidade, em abril ante março.

Fonte: Valor Online

Related Posts