Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta com otimismo sobre negociações EUA-China

Os contratos de petróleo encerraram a sessão de terça-feira (23) em alta, impulsionados pela notícia de que uma equipe de negociadores dos Estados Unidos deve ir à China na próxima segunda-feira (29) para retomar as negociações comerciais entre as duas potências mundiais.

Os preços futuros do Brent para setembro encerraram a sessão em alta de 0,90%, a US$ 63,83 o barril, na ICE, em Londres, enquanto os contratos para o mesmo mês do West Texas Intermediate (WTI) fecharam o dia com ganhos de 0,97%, a US$ 56,77 o barril.

O conselheiro econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou nesta terça que uma delegação dos EUA deve viajar à China para retomar as negociações comerciais na semana que vem, o que marcaria as primeiras conversas presenciais entre os dois países desde a cúpula do G-20, ocorrida no mês passado.

A notícia reacendeu o otimismo dos investidores de que os países possam amenizar as disputas comerciais, que têm afetado a confiança dos empresários e a economia global nos últimos meses. Há receio entre os participantes do mercado de que o impacto das disputas, no crescimento econômico, possa prejudicar a demanda global por petróleo.

A possível queda nos estoques pela sexta semana consecutiva também deu força aos preços do petróleo na sessão. Nesta quarta (24), o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) divulga os dados semanais de estoques para a semana encerrada no dia 19 de julho. Os analistas consultados pela S&P Global Platts preveem um declínio de 4,4 milhões de barris.

Os preços do petróleo tiveram forte retração na semana passada, com temores sobre a redução na demanda global pela commodity. No acumulado da última semana, o Brent teve perdas de 6,37%, enquanto os contratos do WTI cederam 7,61%.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts