Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo recua com dados fracos da atividade industrial nos EUA e Europa

Os preços do petróleo fecharam em queda significativa na terça-feira (1), revertendo os ganhos vistos mais cedo após a divulgação de dados negativos do setor industrial dos Estados Unidos e da Europa. A contração da atividade industrial traz à tona novamente os temores de desaceleração econômica global e amplia os receios em relação à demanda futura da commodity.

O contrato do petróleo Brent (referência global) para dezembro fechou em queda de 0,60%, a

US$ 58,89 por barril, na ICE, em Londres, enquanto o WTI (referência americana) para novembro recuou 0,83%, a US$ 53,62 por barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Mais cedo, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial americano do Instituto para Gestão da Oferta (ISM) apontou o segundo mês consecutivo de contração da atividade em setembro. O PMI caiu para 47,8 pontos, recuando em relação aos 49,1 pontos da leitura de agosto, contrariando a expectativa dos analistas consultados pelo “Wall Street Journal”, de 50,1 pontos no período.

Os índices PMI da zona do euro também indicaram nova contração da atividade industrial do bloco, com leitura a 45,7 pontos em setembro. Entre os indicadores dos países europeus, apenas a França ficou acima da marca dos 50 pontos — que indica expansão da atividade — com leitura a 50,1 pontos. A atividade da Alemanha, por outro lado, recuou ainda mais, a 41,7 pontos no período.

“O comércio global continua sendo a questão mais significativa, como demonstrado pela contração no indicador de novas encomendas, iniciada em julho. No geral, o sentimento permanece sendo de cautela em relação ao crescimento no curto prazo”, disse Timothy Fiore, presidente do ISM, sobre os dados da indústria americana.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts