Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta com projeção mais baixa de produção nos EUA

Os contratos do petróleo fecharam em alta depois que o Departamento de Energia dos Estados Unidos divulgou uma projeção de 12,25 milhões de barris diários para a produção de petróleo em 2019 e de 13,18 milhões em 2020 — o que representa uma redução de 0,3% e 0,9%, respectivamente, em relação à leitura anterior.

O contrato do petróleo WTI para janeiro fechou a sessão desta terça-feira (10) em alta de 0,37%, a US$ 59,24 por barril, enquanto o do Brent para fevereiro subiu 0,14%, a US$ 64,34 por barril.

Os preços da commodity recuavam mais cedo, pressionadas pelos receios de que a guerra comercial entre Estados Unidos e China prejudique a demanda por petróleo.

Os temores foram ampliados depois que o “South China Morning Post”, de Hong Kong, publicou uma matéria dizendo que um acordo comercial entre as duas maiores potências mundiais ainda nesta semana é improvável.

“Um acordo implementável precisa ser concreto e detalhado, o que eu não acho ser possível faltando apenas alguns dias até o dia 15 de dezembro”, disse Shi Yinhong, assessor do governo chinês. A matéria também aponta, porém, que fontes a par do assunto não esperam que sobretaxas americanas de 15% sobre cerca de US$ 160 bilhões de produtos chineses sejam implementadas no dia 15 de dezembro, conforme anunciado pelos EUA, e acreditam que elas sejam adiadas.

No cenário, os investidores também aguardam a divulgação, nesta quarta (11), dos dados oficiais do Departamento de Energia dos EUA sobre os estoques de petróleo do país e um relatório mensal da Opep.

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas