Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo fecha em alta após Opep pressionar membros por corte na produção

O petróleo fechou em alta na quinta-feira (18) após funcionários da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) terem dito que os seus membros atingiram uma taxa de conformidade de 87%, no mês passado, relacionada ao acordo de corte de produção vigente, visando compensar a menor demanda global em meio à pandemia de covid-19.

O cartel também informou que pressionará alguns membros, incluindo o Iraque, a cumprir um grau ainda maior nas próximas semanas.

Isso ajudou os preços dos contratos para agosto do Brent, a referência global, a fecharem em alta de 1,96%, a US$ 41,51 o barril, na ICE, em Londres, enquanto os do WTI para julho valorizaram 2,31% , a US$ 38,84 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York.

Phil Flynn, da Price Futures em Chicago, diz que o grupo está fazendo um bom trabalho para reprimir as não conformidades, observando que o aviso da Opep, nesta semana, de que o mercado global permaneceria com produção excedente no segundo semestre foi parcialmente um sinal para os membros do cartel de que os cortes são necessários.

“Acredito que a Opep está tentando pressionar os ‘trapaceiros’ para melhorar a conformidade” [cortes acordados], diz Flynn.

Fonte: Valor Online

Notícias relacionadas