Av. Alm. Barroso, 52 - sl 2002 - Centro- RJ
+55 21 3995-4325

Petróleo recua com temores sobre restrições à atividade e diagnóstico de Trump

Os preços do petróleo fecharam a sexta-feira (02) com perdas expressivas, o que levou a referência americana do West Texas Intermediate (WTI) a registrar a maior queda semanal desde junho. Além das perspectivas nebulosas para a demanda por energia global, em meio ao crescimento de casos de covid-19 e restabelecimento de medidas de restrição à atividade econômica em diversos países, a notícia de que o presidente dos EUA, Donald Trump, testou positivo para covid-19 também afugentou os investidores de ativos de risco. Na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex), os contratos futuros do West Texas Intermediate (WTI) para o mês de novembro terminaram o dia em queda de 4,31%, aos US$ 37,05 o barril. Já os futuros do Brent para dezembro recuaram 4,22%, a US$ 39,27 o barril na ICE, em Londres. No acumulado semanal, as referências americana e global registraram perdas de 7,95% e 6,32%, respectivamente.

Fonte: Valor Online

Related Posts