Av. Ataulfo de Paiva, 245 - 6º andar - Salas 601 a 605 – Leblon/RJ – CEP: 22440-032
+55 21 3995-4325

Petrobras reafirma que período de apuração de política de preços é de um ano

A Petrobras divulgou texto reafirmando que seus preços de combustíveis são alinhados à paridade internacional. O comunicado foi divulgado após informações apontarem que a companhia pretendia fazer ajustes na metodologia de cálculo de paridade de preços.

“No primeiro semestre de 2020, dada a alta significativa da volatilidade de preços de combustíveis, a Petrobras decidiu estender de trimestral para anual o período limite de apuração da aplicação da política de preços de combustíveis”, informou em comunicado a companhia. A Petrobras acrescentou que a prática permanece em vigor desde então, “mas pode ser alterada observando o melhor interesse dos seus acionistas”.

A estatal disse ainda que também adota métricas de monitoramento de preços de curto prazo.

Sendo assim, a Petrobras afirma que, em dado trimestre, os preços domésticos podem eventualmente se situar abaixo do preço de paridade de importação desde que essa diferença seja mais do que compensada nos trimestres seguintes.

“Isso não afetou o desempenho financeiro da Petrobras. Conforme divulgado, a companhia apresentou uma sólida performance nos nove primeiros meses de 2020, com forte geração de caixa operacional e redução de dívida bruta em meio à uma crise sem precedentes na indústria

global de petróleo e gás natural”, acrescentou o comunicado.

Durante o dia, a informação de que a companhia estudava alterar de três meses para um ano o período de apuração da política de preços atingiu as ações da estatal, que desaceleraram os ganhos e chegaram a cair em determinado momento.

“A Petrobras reforça sua independência na determinação dos preços de combustíveis, seguindo o alinhamento aos mercados internacionais. Portanto não há nada de novo nas notícias veiculadas na mídia no dia de hoje”, completou o comunicado.

 

Fonte: Valor Online

Related Posts